Saturday, November 01, 2008

observacoes sobre cintos escritas de uma vez so, tal e qual foram pensadas e transcritas, sem revisao nem correccao (complete and unabridged)

Pode-se dizer muito sobre um homem pela forma como o seu cinto se aperta sobre as calcas. Estou aqui a falar de homens que usam a camisa para dentro das calcas (os outros sao miudos). 

Nao que valha a pena perder muito tempo numa observacao que é relativamente obvia para quem usa cinto, mas a verdade é que nao é necessariamente fácil usar eficazmente um cinto, de forma que cumpra simultaneamente a sua funcao estética de jazer geometricamente paralelo a cintura das calcas e a de segurar as calcas no preciso ponto em que elas assentam melhor no seu portador, dependendo do seu corte e modelo.

Geralmente, um cinto bem colocado e apertado, numas calcas que assentem à pessoa, nao salta aos olhos (e portanto esta análise foca-se mais nos homens que perderam peso mais rapidamente do que tiveram um aumento de ordenado que lhes permitisse comprar um par de calcas novo e mais justo), mas quando isso falha (e aqui, a expressao que me ocorre é a inglesa failure to do so), pode ter duas consequencias que imediatamente sao topadas por um observador: as calcas ficam descaidas; e o cinto, quando visto de frente, como que esgana as calcas, que passam a parecer um largo saco de batatas apertado no topo, como se uma garrafa se tratasse. Nao raras vezes, as calcas encarquilham-se sob a pressao do cinto. Dependendo da qualidade do cinto, a funcao de aguentar as calcas na cintura do portador pode ser cumprida (accomplished), satisfazendo uma das razoes de existencia do cinto, mas umas calcas demasiado largas nunca permitem o natural (e aqui, ocorre-me smooth) deitar do cinto paralelo a cintura.

Tendo estas observacoes como base, comecei a observar com mais cuidado o tipo de homem que padecia de um (ou dois dois) mal(es) do cinto mal colocado (isto é, da calca demasiado larga), e facilmente me apercebi que, na maioria, talvez totalidade, dos casos, tratam-se de homens mal vestidos, camisas feias, calcas manhosas, sapatos sem gosto a acompanhar, ou mesmo calcoes com sandalias e camisa. Nao raras vezes, a barba está por fazer, o cabelo despenteado, as unhas roídas, os dedos amarelados por demasiado tabaco. Em suma, tratam-se de homens que claramente nao querem, ou nao podem, ou nao gostam de, ter cuidado com o que vestem e de como sao vistos pelos outros (how they come across).

Como disse, nao é necessariamente facil aguentar um cinto perfeitinho numas calcas (se fosse, a propria funcao anti-gravitária do cinto perderia o seu sentido), mas, tendo umas calcas minimamente adequadas ao nosso tamanho e um cinto alguns furos acima dos da H&M, é possivel ter bom aspecto de camisa para dentro das calcas, seja qual for a dimensao da nossa barriga.

A conclusao (óbvia, por certo, mas deu trabalho a chegar lá: foram horas de observacao em elevadores, refeitórios, campos de golfe e parques de campismo) é que só homens totalmente descuidados e sem qualquer tipo de preocupacao (ou sem possibilidade economica de comprar umas calcas que lhes assentem, mas nesse caso nao percebo o que andam a fazer numa profissao de camisa-dentro-das-calcas) é que tem o cinto despararelizado da cintura das calcas.

Homens com cinto mal posto sao homens de homens low status, seja lá o que isso for. (E aqui, permiti-me de facto usar a expressao inglesa, porque "baixo estatuto" seria uma ofensa para o portugues, sempre receoso das verdades socialmente separatistas, mais preocupado em salvaguardar os seus defeitos com uma manutencao artifical da igualdade, do que em alavancar nas críticas para corrigir o que tem de errado e dar aos seus a liberdade de serem mais do que os outros, tal como fazem o resto dos animais na Terra.)
 

2 comments:

RR said...

Olha que é obra fazeres estas apreciações à gaja sem o pareceres! (De repente fiz cá um inventário de gente desta...!)

Pintulis said...

Tenho alguma dificuldade em entender essa relação directa entre a desparalelização de um cinto com o eventual low status do portador do mesmo...lol

Está com graça mas parece-me exagerado...