Wednesday, March 14, 2007

A razão pela qual a barra verde do lado se arrasta pelo chão do blog

Salvo alguma fatalidade, este dia não me podia ter corrido pior.

Está a ser um daqueles dias em que as Pequenas Coisas me dizem:

- Luís, caga nisso, hoje estamos aqui para te foder os cornos. O melhor mesmo, Luigi, é ires dormir.

E eu, como não sou casmurro, acho que - depois de acordar sem camisas lavadas no armário, chegar meia hora atrasado à reunião da manhã com a camisa de ontem após me enganar em três edifícios até encontrar o certo, passar a tarde desconcentrado, ter o carro bloqueado pela Emel, esperar meia hora por eles só para ouvir que precisavam dos documentos para me desbloquear o carro, ir a casa a pé buscar os documentos, voltar de táxi, esperar outra hora e meia por eles até às dez da noite, desmarcar um jantar por causa disso, pagar 60 Euros pela multa e desbloqueamento, chegar a casa e destruir sabe-se lá porquê o template do blog, e reiniciar 3 vezes a MERDA do computador apenas para ver que quando finalmente ele se ligou em condições o rato não funcionava - vou mas é para a cama.


- E vieste aqui só para dizer isto Luís?
- Vim.
- E achas que este blog é o quê ahn?
- É um depositário.
- Pois e hoje parece um diário de um puto de 15 anos revoltado com a vida.
- É, é isso mesmo que esta merda parece hoje.
- E tu és um puto de 15 anos?
- Não.
- E estás revoltado com a vida?
- Não.
- Então porquê esta merda deste post?
- Tá calado caralho. Vou pá cama.
- Ler um livrinho?
- Se a Memória de Elefante do Lobo Antunes não fosse um pedaço de merda com adjectivos, talvez.
- Lê outro!
- Não posso, tenho este a meio.
- E então?
- Não gosto de deixar livros a meio.
- Então lê-o de uma assentada e começa outro.
- E se eu fosse só dormir?
- Não ias conseguir adormecer!
- Porquê?
- Porque hoje as Pequenas Coisas coisas acordaram para te foder.
- Tens razão
- Então que alternativa te resta?
- Esganar-te.


E nisto, acabo de esganar uma voz chatinha que teimava em lembrar-me que o dia estava a ser uma merda.


E nisso, matei esse zumbido pessimista que insistia na inevitabilidade do drama, saltei da cadeira, liguei as colunas no máximo, pus Hair Down dos Cold War Kids aos berros e, no momento em que o meu irmão me entrava indignado no quarto e os vizinhos se reuniam na rua sob a minha janela em protesto com a barulheira que levantava telhados e rebentava os tímpanos a gatos e cascas de banana, pus-me em pé em cima da cama e berrei, bem alto, completamente fora de mim e olhos nos olhos com um bando empijamado de vizinhos estupefactos:

- Amanhã é outro dia, seus cabrões! E amanhã o fodido vai ser um de vocês!

Amanhã.

She's laughing like a choir girl!!

She's laughing like a choir girl!!

She's laughing like a choir girl!!

When she doubles over sounds like HALLELUJAH!


Amanhã vai ser o MEU dia!

12 comments:

Bhagavad-gitá said...

ainda tas a ler o mesmo livro... andas mt ocupado ! ;) carro blokeado pela emel é do pior. estame sempre a acontecer. uma sensação de humilhação qd vemos aquelas tiras amarelas.. estilo: SIM este é o OTARIO QUE TEM O CARRO BLOKEADO. VEJAMNO A CHEGAR.
quero manisfestarte o meu apoio... Um beijo

astuto said...

Só por teres tido um dia tão mau te perdoo teres escrito tamanha barbaridade: "(...)- Se a Memória de Elefante do Lobo Antunes não fosse um pedaço de merda com adjectivos, talvez.(...)

O Lobo Antunes é o maior! Ainda hoje ganhou o Prémio Camões (100 000 €!!). O Memória de Elefante é muito bom!

Cumprimentos e melhores postagens.

Maria Strüder said...

Só azia...

star said...

Ha dias destes, em que tudo nos corre mal.. e em que temos esperança que haja pelo menos alguma coisa que nos corra bem... ou não... o meu dia de ontem foi tão mau como o teu...
Mas acordar hoje com este sol, e sair de casa a pé com este calor põe nos logo um sorriso na cara.. e a promessa de que hoje nada vai estragar o nosso dia...

makoka said...

estou solidária!...o azar hoje atingiu-me a mim...

Lenitah said...

Como eu te percebo... Todos temos dias destes... Grrrrrrrr (infelizmente)...
Curiosamente este foi sem dúvida o meu "dia não" da semana :-|

m said...

O q o blog precisa é de uma fotografia!

Lorena said...

Regressaremos às peculiares noites de jantaradas, seguidas de disparates no Lux?

Gostei desse teu momento de libertação em que esqueceste o sentido de sociedade, exortando um pouco dessa loucura na indignada comunidade.

Joana said...

Todos temos desses dias... em que só apetece berrar alto para ver se os monstrinhos que insistiram em nos lixar o dia desaparecem. Mas, o dia seguinte é sempre melhor que o anterior!

Beijinhos***
Fica bem

vânia said...

gosto da forma que escreves (muito)! =)*

jet said...

um dia que a todos calha e uma revolta tipica de um muido de 15 anos. E mesmo eu, não estando longe dessa idade, jamais me punha em cima da cama a berrar para os vizinhos lol até porque não sou de dar muita confiança aos mesmos... não gosto de dar a possibilidade de virem pedir um pouco de sal e ficarem na conversa ou mesmo aproveitar para levar algo mais. Mas.. se for uma vizinha, e tal, e coiso, e solteira, talvez já seja mais sociavel ^^

inespimentel said...

Certos dias nem sol, nem espiritualidade,nem as boas recordações ou sonhos nos podem valer...não há como um bom desabafo, meia dúzia de palavrões e esperar que o sono venha!!!
PS as crónicas do Lobo Antunes na Visão eram deliciosas, digo eram porque não as tenho visto porlá!Os livritos "diz que" são mais a doer; com o tempo há mesmo quem aprenda a deixá-los a meio!