Sunday, March 04, 2007

Cassiopeia









- Pá tenho imensa inveja daqueles gajos que tocam viola.

- Viola?? Porquê??

- Porque podem dizer tudo o que querem a uma gaja.

- Como assim?

- Pá pegam naquilo, dão duas ou três vezes ao dedo e dizem: “gosto de ti”.

- E elas?

- E elas o quê?

- Elas percebem?

- Percebem o quê??

- Foda-se parece que és burro. Percebem que eles as curtem?

- Geralmente, percebem. As gajas topam tudo pá.

- Sim, mas um gajo pega numa viola, compõe uma música, toca à gaja que curte...

- Sim...?

- Ela vai ouvir e perguntar: “Curtes-me?” ?

- Nao foda-se! Ela olha pó gajo e diz: “Tá engraçada a música.” E pensa: “Meu Deus, que cena! Este gajo compôs este som brutal só para mim!”

- E ela curte isso?

- Curte.

- E não mostra pois não?

- Não.

- Mas pode gostar da música e mesmo assim não tar nem aí para o gajo.

- Também pode.

- Então a música não serviu de nada.

- Serviu pá. Serviu para ela ver que ele perde tempo a pensar nela.

- Então e depois como é que ele topa que ela o curte?

- Não topa.

- Não topa??

- Não.

- Então como é que um gajo há-de saber se pode ter alguma coisa com ela?

- Nao sabe. Arrisca.

- Arrisca?

- Sim.

- E se não arriscar?

- Se não arriscar nunca vai saber!

- E se arriscar e levar com os pés?

- Vai para casa contente na mesma..

- Vai?

- Vai, por duas razões: primeiro porque pelo menos mostrou-lhe o que quer dela..

- E segundo porque pode usar a música com outra!

- Não sejas alarve!

- Então a segunda qual é?

- É que um gajo se mostrar o que quer, assume. Dá a cara. Faz-se homem!

- Mas às vezes até é melhor um gajo não arriscar, não achas?

- Pá não. Porque é que achas isso?

- Se não há conexão entre duas pessoas, isso nota-se!

- Sabes que um gajo só nota aquilo que quer notar..

- Tás a dizer que és ingénuo ao ponto de achares que uma miúda que não tá nem aí pa ti se calhar até tá interessada?

- Sou um bocado sonhador sou..

- Falas muito mas arriscas pouco, que eu bem te conheço.

- Eu não toco viola pá.

- Otário e não tens outras maneiras de tentar ser especial?

- Bem, tenho sempre o blog..

- O blog??

- Sim posso escrever textos dedicados a quem me apetecer.

- Sim mas aí ela pode não perceber que é para ela..

- Percebe, percebe..

- O texto do espelho era para ela?

- Não!

- E este?

- Este?

- Sim.

- Este é.

- Então tás-me a usar cabrão!!

- Tou!

- E tás a ser personagem do teu blog. É raro não é?

- Raríssimo.

- Espero que ela valha a pena!

- Vale!

- E que curta isto que andamos para aqui a palrar!

- Vai curtir...

- E que te curta a ti!

- Não curte.

- Não curte?!

- Estranhamente, não.

- Como é que sabes?

- Porque não se pode estar apaixonada por um gajo e curtir outro!

- Poder pode..

- Sim mas esta não é assim..

- Como é que sabes?

- Não sei!

- Então talvez ela até te ache alguma piada!

- Eh pá eu no lugar dela achava!!

- Ah pronto, tinha-me esquecido que estava a falar com o maior pito de Lisboa!!

- Tá calado!

- E ela, é gira?

- Não tanto quanto se acha!

- Ah acha-se a última coca-cola?

- Acha-se!

- E é?

- Nalgumas coisas, é!

- Em quê?

- Vou guardar para mim o que gosto nela!

- Não confias em mim?

- É preciso repetir que as paredes têm ouvidos?

- Oops desculpa. Tinha-me esquecido que sou personagem de um diálogo. Não estou habituado a ser famoso.

- Seja como for, acho que já disse o suficiente!

- Vamos beber copos?

- Bora.

- E meter-nos com gajas?

- Com todas!

- Todas!?

- Todas.

- E eu a achar que curtias esta..

- E curto..

- Então para que queres as outras?

- Tava a brincar pá. Vá bora.

- Mas é um caso perdido, ela?

- Ela?

- Sim, tipo: ela e tu?

- Acho que é.

- E baixas assim os braços?

- Sou um tuga desarmado numa emboscada no meio da selva do Zaire.

- Ãhn??

- Esquece. Bora pos copos.

- Mas baixas os braços ou não?

- Este texto parece-te de alguém que baixou os braços?

- Parece-me de alguém que tem alguma lata..

- Não tenho nada a perder.

- Não bates bem.

- Somos dois.

- Eu e tu?

- Eu e ela!

- Bem, pelo menos isso têm em comum!

- Bom, levas o carro?

- Não.

- Então bora de táxi.

17 comments:

Bhagavad-gitá said...

A tua musa vai ficar desiludida com o facto do texto do espelho não ser para ela.. ts ts ts. a música é genial.. bom gosto como sempre ;) beijao !

leonor_ said...

Este dialogo fez-me imenso lembrar uma musica "The Magic Numbers- Take a Chance".

Maria Strüder said...

Ohhhh que bonita maneira de se mostrar que se gosta de alguém.
(as miúdas curtem sim dos guitarristas)

Docinho said...

É realmente muito bonita a música... é um prazer saber que contribuo para um blog tão visitado! De nada!

AHT said...

Que entrega.

Não sei se isto é desespero mas deve andar la perto.
Os guitarristas estão para as mulheres como os fios dentais para os homens.

ze maria said...

eu nao diria os guitarristas, eu diria qualquer badameco que saiba tocar um instrumento, do oboé ao violão, ficam todas malucas.

ja a nos chega-nos o fio dental.

Amarcord said...

O amor é o amor

O amor é o amor - e depois?!
Vamos ficar os dois
a imaginar, a imaginar?..

O meu peito contra o teu peito,
cortando o mar, cortando o ar.
Num leito
há todo o espaço para amar!

Na nossa carne estamos
sem destino, sem medo, sem pudor,
e trocamos - somos um? somos dois? -
espírito e calor!
O amor é o amor - e depois?!


Alexandre O´Neill


Essa música fez-me pensar nesta poesia.

You got the love. You got the love.

Arranja uma guitarra e salta deste post para o Sweet Child of Mine.

E deixa-te de Vascos.

somemarbles said...

sem querer ser desmancha prazeres, mas gostei mais da declaração acompanhada pela Good Riddance.
mas sim, ela vai perceber, as mulheres não são tão complicadas quanto se diz* ;)

jet said...

para começar obrigado pelos comentarios e opiniões no meu blog. E depois.. este texto está mesmo altamente, muito bem contruido. Bastante original :)

Guerra said...

As mulheres que se deixarem levar por uma simples guitarrada são sensíveis à falsidade. Fizeste bem em te declarares desta forma, se bem que és com cantor

makoka said...

acho que estas no bom caminho para o sucesso =) boa sorte*

Lenitah said...

Realmente os homens têm razão quando dizem que as mulheres são complicadas.... Mas se não fosse assim não tinha piada nem para vocês nem para nós... =D ***

Smiling said...

não baixes os braços :) a música é l-i-n-d-a!!! :D ***

Joana said...

Question:
E se a miúda souber tocar guitarra e cantar uma balada ao rapaz? com as cenas todas e tal?...

...hum...

canetas said...

Este post é melhor agora do que quando o escreveste.

É óptimo.

Genial.

Quando o li a primeira vez andavamos com aquela merda da "pena que isto faz e tal".

Na verdade, lendo-o hoje, acho que não faz pena nenhuma.

Acho que está mesmo mesmo bom.

Além disso acho que ela adorou.

MiSs Detective said...

optimo retrato das miudas na primeira parte do blog!! isto ainda ha meninos que sabem!!!

MiSs Detective said...

do blog nao.. do post!! sao as altas horas :P